Torpedo Notícias

As notícias e informações importantes!


Colesterol alto – Sintomas

Escrito em | Agosto 30, 2011 | 0 Comentários



Colesterol alto –  uma doença silenciosa

Saber os sintomas de colesterol alto é uma pergunta recorrente, que ouvimos na rua e nos fóruns de discussão na Internet. Todavia, a resposta a esta questão poderá ser surpreendente: o colesterol alto não tem sintomas. Todavia, o colesterol alto não pode ser ignorado, pois poderá colocar os seus portadores em risco de desenvolverem doenças do coração, ou mesmo, nos casos mais graves, a morte.
As doenças do coração são uma das principais causas de morte entre a população adulta, sendo o colesterol alto, um dos principais fatores de risco para desenvolver doenças cardíacas, além de pressão alta ou dos fatores hereditários. Infelizmente, não existem sintomas de colesterol alto na maioria dos casos. Assim, apesar de se sentir saudável, você ainda pode ter níveis perigosamente elevados de colesterol e nem sequer se apercebe disso.

Como saber se tenho colesterol alto?

A única maneira de descobrir se você tem colesterol elevado é através de um teste de colesterol. Um teste de colesterol é um exame de sangue que vai considerar os seus níveis de lipídios essenciais, também conhecidos pelo nome vulgar de gorduras, que se encontram no sangue, tais como:

  • Triglicerídeos
  • LDL
  • HDL
  • Colesterol total

Se os seus níveis de colesterol forem considerados elevados, o seu médico pode recomendar-lhe vários tratamentos:

  • Fazer uma dieta para baixar o colesterol;
  • Fazer exercício;
  • Tomar medicação

Segundo orientações atuais da comunidade médica, todas as pessoas com mais de 20 anos de idade devem controlar o seu colesterol, pelo menos, de cinco em cinco anos. No entanto, nos casos em que existe um histórico familiar de colesterol alto, ou quando as pessoas sofrem de diabetes ou doença cardíaca, poderá ser necessário controlar o colesterol com maior frequência. Em alguns casos, os níveis elevados de colesterol aparecem, por acaso, durante um exame de rotina – e muitas pessoas ficam surpreendidas com o diagnostico de colesterol alto, pois não sentiam qualquer tipo de sintomas anómalos.

Fatores que potenciam o desenvolvimento do colesterol elevado

Saber qual o seu risco de vir a sofrer de colesterol alto também é muito importante. Alguns fatores de risco que poderão contribuir para ter o colesterol elevado são pequenas coisas que podemos mudar no nosso dia-a-dia, como modificar a nossa dieta alimentar e fazer mais exercícios físicos. Todavia, existem outros fatores que não podemos mudar, como é o caso do nosso género, a nossa idade e os fatores hereditários. Se você se inclui em alguma das condições referidas abaixo, você está em risco de ter colesterol alto:

  • Sedentarismo / Inactividade / falta de exercício físico;
  • Dieta rica em gorduras saturadas e produtos de origem animal
  • É fumador/a;
  • Obesidade / excesso de peso
  • Toma certos medicamentos;
  • Idade, quanto mais elevada, maior será o risco;
  • História familiar de colesterol alto;
  • Certas doenças (diabetes, certas condições da glândula tireóide);

O que acontece se eu não controlar o meu colesterol?

Algumas pessoas ignoram os seus níveis elevados de colesterol. Fazem-no porque se sentem bem. No entanto, esta não é a melhor decisão a ser tomada, já que os níveis elevados de gordura no sangue podem levar a complicações de saúde graves. Se você decidir ignorar os seus níveis de colesterol, ou não fizer nada para manter o seu colesterol controlado, pode desenvolver doenças cardíacas.

Quando os níveis de colesterol são elevados, este deposita-se nos vasos sanguíneos, formando placas, acabando por estreitar os vasos, bloqueando parcialmente a passagem do sangue. Este processo, é conhecido como aterosclerose. Como consequência desta acumulação nas paredes dos vasos, poderá ocorrer um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral, quando os vasos ficam completamente obstruído ou as placa se descolam e se movem para outra área do corpo.

Em alguns casos, as pessoas podem não descobrir que têm níveis elevados de colesterol até ao dia em que acontece um ataque cardíaco ou um derrame. Para evitar isso, não se esqueça de manter os seus níveis de colesterol sob controle – e se tiver colesterol alto, procure seguir o tratamento que o seu médico lhe prescreveu.

Comentários

Deixe um comentário